24 de jul de 2009

O escapista e a estrada


Estradas exercem um apelo subliminar na mente de todas as pessoas, mas em especial os escapistas. O Aurélio diz que “escapistas” são aqueles com tendência para fugir ou escapar de qualquer coisa ou situação que seja ou pareça difícil, desagradável, molesta.
Sempre fui acusado de ser um destes que “fogem da realidade”, o que por alguma razão, nunca me pareceu uma censura, mas apenas uma constatação da verdade. Ao contrário de me ver vítima de uma crítica negativa, sinto desde sempre que buscar estar numa situação melhor não é nada mais do que uma expressão do instinto de preservação, que imagino todos deveríamos ter. Algumas fotos das estradas por onde viajei, me seguem há anos e enfim encontro um lugar para dividi-las com meus amigos. São as primeiras mas nem por isto as últimas. À medida que for descobrindo novas imagens no meu acervo, vou colocando-as neste blog, na crença de que muitos outros escapistas saberão perceber os sentimentos ligados a cada uma delas, e sentir-se-ão estimulados a continuar fugindo das frias em que porventura tenham se metido. Só não vale deixar para trás saldos kármicos negativos, porque eles acabarão, mais cedo ou mais tarde, reaparecendo em nossas vidas para cobrança futura. Além do mais viajar leve é sempre mais agradável e... saudável! Mas, apesar de tudo isso, lembro que para fazer uma grande viagem, nem sempre é preciso sair do lugar, basta buscarmos ver a vida ou o mundo de outra forma, e isto pode ser conseguido de diversas maneiras, algumas espirituais, outra mentais e ainda químicas. Boa viagem!



Nenhum comentário:

Postar um comentário